segunda-feira, 21 de março de 2011

O Lobo das Planícies (DL 2011)

O Conquistador: O Lobo das Planícies  
Conn Iggulden

Sinopse: Temujin tinha apenas 11 anos quando seu pai foi morto. Filho do líder da tribo, o menino foi então abandonado, e começou a vagar pelas planícies. Em pouco tempo, Temujin dominava o arco-e-flecha, demonstrando grande habilidade com armas. Reunindo outros excluídos como ele, logo dominaria diversas tribos. A grande jornada apenas começava, um novo imperador estava nascendo - Gêngis Khan. 'O lobo das planícies' é o primeiro volume da série O Conquistador, que recria a saga do imperador mongol Gêngis Khan e de seus descendentes.


O Conquistador I - O Lobo das Planícies começa com o nascimento do segundo filho de Yesugei, o cã (líder) da tribo dos lobos - um povo nômade mongol. Já ao nascer seus pais previram grandes acontecimentos na vida de Temujin.

Mas, antes de se tornar o temido Gêngis Khan, o "cã do mar do capim", Temujin percorreu um longo caminho. Desde criança demonstrou sua força, perseverança e liderança. Após a morte de seu pai e a traição sofrida por sua família pelos homens de confiança do cã, Temujin passou por muito sofrimento, tendo que lutar e matar para sobreviver, antes mesmo de virar adolescente.

Visionário, Temujin desejava unir o povo de prata, os mongóis, em uma única tribo. Em o primeiro volume da série "O Conquistador" vemos como conseguiu unir três grandes tribos da Mongólia contra um inimigo comum, dando início ao seu império.

Uma história fascinante, que nos prende às palavras, parágrafos e capítulos de uma forma surpreendente. Ao contrário do que eu imaginava, por causa da perspectiva de mais um mundo interminável de descrições esperada numa obra épica, "O Lobo das Planícies" é uma leitura agradável e rápida, apesar do número de páginas. Não vejo a hora de conseguir os outros dois volumes e terminar de ler a série.

2 comentários:

Nikelen disse...

É, eu tenho visto outras boas referências a este livro.

Vivi disse...

Esse livro, desde o seu lançamento, tem sido muito bem recomenda. Sua resenha reforça a aprovação quase unânime da obra. Ótima resenha!

Beijos

Postar um comentário